Constelação Familiar Sistêmica

O Tratamento
 

Pode ser feito em consultas individuais ou em grupo onde a intenção é trazer à luz qual é o desejo da alma do cliente, e identificar qual é o próximo passo a ser dado. Quem faz o movimento é o cliente, o terapeuta apenas facilita.

Em grupo podemos usar pessoas como representantes e no consulta individual podemos usar bonecos, assim é possivel visualizar o tema como um observador externo. Tornando mais fácil o entendimento e esclarecendo qual é o próximo passo a ser dado.

Harmonia nas Relações

 

Bert Hellinger identificou três leis essenciais que regem as relações humanas, são elas: Ordem, Pertencimento e Equilibrio. Quando seguimos o fluxo delas, tudo flui em nossas vidas, ao passo que quando tentamos lutar contra alguma, podem surgir diversos tipos de desequilíbrios como doenças, sensação de peso, insatisfação financeira, desarmonias no relacionamento do casal, dentre outros.

 

A Ordem de Origem tem uma força de confiança onde cada um toma o lugar que lhe cabe dentro do sistema. Simplificando significa: quem chegou primeiro, chegou primeiro, e quem chegou depois, chegou depois. Primeiro chegaram os pais, depois chegaram os filhos; primeiro chegou o primeiro filho, depois o segundo, o terceiro, o quarto... Se essa ordem for transgredida, haverá brigas por um determinado lugar dentro da família.

 

As relações familiares confiáveis são aquelas em que os filhos podem ser simplesmente filhos e os pais assumem sua responsabilidade de pais, e os filhos renunciam a exercer influência sobre o relacionamento dos pais.

 

A força do pertencimento atua no sentido de que todos os que pertencem a uma família ou clã, seja pelo seu nascimento ou por uma ligação existencial, podem pertencer a ela. Isso abrange vivos e mortos da mesma maneira. Quando for negada a algum membro a igualdade e o pertencimento, outro membro, normalmente mais novo ocupará o destino daquele que foi excluído. Ele se sentirá tão rejeitado, desigual, culpado ou cansado da vida quanto aquele que foi excluído.

 

Nos sistemas familiares é comum excluírem: filhos ilegítimos, indesejáveis, irmãos falecidos prematuramente ou abortos, pais que morrem cedo ou são esquecidos após divórcio. Os motivos da exclusão são irrelevantes para o efeito desta.

 

Equilíbrio entre dar e receber... numa relação de pais e filhos, os pais dão a vida o amor e os filhos recebem, aceitam. A melhor forma dos filhos retribuírem o amor que receberam dos pais é passando isso adiante para as próximas gerações.

 

Numa relação de casal quando há um desequilíbrio e uma das partes se sente superior à outra: ela dá demais e se recusa a receber, com o tempo cria-se uma relação de dependência que aos poucos vai perdendo a atração e a relação tende a se desfazer. O mesmo ocorre nas demais relações de negócios, trabalho e amigos, se há desequilíbrio no dar e receber a relação tende a não ser sustentada.

 

Assim, a Constelação Familiar Sistêmica ajuda a trazer um novo olhar, uma nova percepção para uma vida mais leve e em harmonia!

 

Referência: Brigitte Gross e Jakob Schneider, “Ah! Que bom que eu sei!”

Consultas Online

São José do Rio Pardo-SP

 

Florianópolis-SC

Terapeuta

Osteopatia

Constelação Familiar

Experiência Somática

Reiki

Doula

Cel.: (48) 99140 2544

lais@laisgervasio.com.br

  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon
  • Branca ícone do YouTube

© 2016 by Laís Gervásio. Proudly created with Wix.com